• Portal Tijuca-RJ

Equipes tentam desobstruir entrada de casa com pessoas presas na Mangueira

Mais de oito horas depois, porta de uma das casas seguia presa pelos efeitos do deslizamento. Cinco casas foram vistoriadas e preventivamente interditadas.



O trabalho das equipes da Prefeitura do Rio no Morro da Mangueira, na Zona Norte do Rio, onde aconteceu um deslizamento de terra na manhã desta sexta-feira (7), se concentra na porta de uma das casas, onde alguns moradores ainda estão presos. Todos estão bem, mas não conseguem sair.



São quatro pessoas presas na casa, entre elas está uma idosa. A Defesa Civil acredita que serão necessárias pelo menos mais quatro horas.



O deslizamento de terra aconteceu por volta das 3h20 e provocou a interdição de casas e deixou sete famílias desalojadas na região, segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop). A Defesa Civil vistoriou cinco das 12 casas atingidas. Elas não apresentam risco estrutural, mas foram interditadas preventivamente. A GeoRio deve fazer uma nova avaliação.



O deslizamento atingiu principalmente a Rua 6 da comunidade. De acordo com a prefeitura, um vazamento de água pode ter provocado o acidente.



O laudo da GeoRio é necessário porque as equipes temem novos deslizamentos na limpeza da área.



Alguns moradores só conseguiram sair pelo telhado.



“Meu primo saiu pelo telhado, porque entrou por dentro da casa dele. Então está tudo interditado lá”, contou Antônia Pereira.



Uma equipe percorre todo o trecho onde ocorreu o acidente para verificar se há novos vazamentos.



Moradores escutaram estrondo


Alessandra Oliveira, que vivia na área com a família, não tem para onde ir. Ainda assim, ela agradece o fato de que todos estão vivos.



“Eu estava dormindo com meus filhos e escutamos três estalos e depois aquele estrondo da ribanceira”, contou a moradora.



A casa dela é um dos domicílios interditados.



“A água está descendo por baixo da minha casa. Eu moro bem naquela beirinha da ribanceira. Sem condição nenhuma de ficar lá dentro”, disse Alessandra.



A moradora contou que vive no local há um ano, mas outros moradores contam que o vazamento na área era antigo.




Fonte: G1.com

2 visualizações

Assine a minha newsletter

© 2020  Portal Tijuca-RJ - O seu bairro da internet

E-mail: contato@tijuca-rj.com.br

  • Facebook
  • Instagram