• Ricardo Caetano

Deputado pede ao governo desocupação imediata da Aldeia Maracanã

Desde o início de seu mandato Rodrigo Amorim tem insistido na retomada da aldeia, para que o complexo do Maracanã deslanche como centro turístico

O deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL) apresenta na tarde desta quinta-feira (18/03) uma indicação legislativa para que o governo do Estado do Rio faça a imediata reintegração da Aldeia Maracanã ao patrimônio público. A retomada (imissão na posse) do terreno da Aldeia Maracanã já foi determinada pela Justiça Federal, por meio de sentença em processo judicial. Desde o início de seu mandato o deputado tem insistido na retomada da aldeia, para que o complexo do Maracanã deslanche como centro turístico.



O parlamentar se baseia também em decisão da 8ª Vara Federal do Rio de Janeiro, que dá ao Estado o direito de reintegrar o imóvel, ocupado desde 2012 por militantes da causa indígena. Em vistoria realizada no ano passado, feita depois de indicação legislativa de Rodrigo Amorim, foram constatadas irregularidades diversas que ameaçam a vida até dos que estão na ocupação.



“Em visita realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, foi relatado que lá residem apenas quinze indígenas, de diversas etnias. Os outros seriam “simpatizantes da causa indígena”. A falta de saneamento básico é total, isso tudo dentro do complexo Maracanã, em área central da cidade”, explica o deputado.


Outro problema detectado por Amorim é a existência de locais para queima de fios elétricos roubados na região da Tijuca – ladrões invadem o local aproveitando a suposta inviolabilidade.



“Além da presença constante de bandidos e viciados e da questão estrutural, devemos todos entender que foi verificada a existência de inúmeras crianças sem carteira de vacinação em dia. Num momento de pandemia, ter crianças vulneráveis a várias doenças, numa área central da cidade, não faz o menor sentido”, diz Amorim.


O vereador Rogério Amorim (PSL), irmão do deputado, propõe que o local se transforme num grande centro de convivência, em que haja um ponto de ônibus fazendo a ligação turística entre o Maracanã e o Corcovado – seria um ponto dotado de arena, local de palestras e exposições, lojas e centro de informações turísticas, compondo assim um pacote turístico Redentor-Maracanã.




Fonte: DiariodoRio.com

7 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram
WhatsApp Image 2020-05-19 at 16.07.47.jp