• Ricardo Caetano

Biólogos encontram macacos bugios na Floresta da Tijuca depois de 200 anos

Um casal e três filhotes da espécie foram encontrados por biólogos da UFRJ; animais não eram vistos na região há 200 anos


Na semana em que completou 60 anos, o Parque Nacional da Tijuca ganhou um super presente da natureza. Os macacos bugios, espécie que não era vista na região há mais de 200 anos, foram encontrados por biólogos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).



E a família inteira foi achada logo de uma vez só, um casal e três filhotes se balançavam pelos galhos das árvores na maior floresta urbana replantada do mundo.



Segundo os biólogos, dois animais adultos da espécie, um macho e uma fêmea, foram soltos em períodos diferentes. Se encontraram e procriaram. Eles afirmam que os bugios são essenciais porque eles complementam os primatas que já habitam o local.



Em função da pandemia do Coronavírus, o Parque Nacional da Tijuca passou boa parte do período que previa restrições sanitárias fechado. O espaço foi aberto gradativamente, mas teve que voltar a proibir a entrada de cariocas e turistas , por conta de aglomerações e sujeira deixada pelos visitantes.




Fonte: DiariodoRio.com

2 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram
WhatsApp Image 2020-05-19 at 16.07.47.jp